Eu uso Havaianas.

Sandálias ou chinelos, tanto faz como você se refira as havaianas, o ponto é que o slogan utilizado pela marca "havaianas, todo mundo usa" logo será "havaianas o mundo inteiro usa". É claro que o segundo slogan é apenas uma sugestão minha, sei que não vai colar, mas cai muito bem nos planos que as "legítimas" tem para o futuro da marca.



Atualmente a marca está presente em mais de 80 países, 30% da produção de sandálias em 2010, foi destinado ao mercado exterior. Segundo o presidente das alpargatas, Márcio Utsch, nove pares de sandálias são fabricadas a cada segundo, são mais de 3,6 bilhões de pares já vendidos pelo mundo. Os colaboradores da empresa são de 23 nacionalidades diferentes, somando um total de 16 mil funcionários, trabalhando na produção e comercialização do produto, sendo que 4800 estão trabalhando no exterior.


A empresa renovou e cresceu, expandiu seu mercado e atualmente o produto já é bem aceito pelo público estrangeiro e não faltam pedidos de estrangeiros para que brasileiros tragam um par das sandálias de presente e de preferência com as bandeirinhas do Brasil na tiras. Celebridades já aprovaram o produto, há 10 anos atrás se falassemos que a Britney Spears estava de chinelos havaianas nos pés, poucos acreditariam, mas hoje o produto mudou de conceito, evoluiu de chinelo de pobre para ganhar status de marca universal, tipo coca-cola.






Os chinelos calçam os pés de diversas classes sociais, anônimos ou de celebridades, são várias opções de modelos visando atender diversos gostos. Mudou também o conceito de chinelo de praia ou chinelo para ficar em casa, a marca pensou em trabalhar seus produtos para serem usados em diversas ocasiões.









Tem gente de havaianas nos cinemas, nos shoppings, baladas e nas escolas. Se há algum tempo atrás eu fosse para a escola de havaianas, provavelmente seria motivo de piadas, hoje as pessoas reclamam se as escolas proíbem; tudo isso é fruto de um trabalho de marketing inteligente voltado para a renovação e expansão de uma marca que passou 30 anos atendendo somente os pés das camadas C e D. É a criatividade brasileira tranformando 30cm de borracha em um produto cobiçado mundialmente.






Quanto a logística, não há planos de abertura de fábricas no exterior, atualmente são cinco fábricas, sendo que já houveram dezessete. O foco da empresa não está na abertura de novas unidades, mais sim na ampliação da produtividade nas cinco fábricas já existentes no país.







Não troco havaianas por nenhuma outra marca, adoro havaianas, sou um havaianomaníaco.







FAÇA SUA BUSCA PERSONALIZADA NOS ACERVOS DO BLOG



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Veja também

*

*

Veja também no blog:

Popular Posts