Havaianas Tradicional, você usa?

O texto abaixo pertence ao Diário Pernambuco , um site que divulga notícias "meio fake, meio falsas" (rs) :))))
Citamos o texto entre aspas (não é de nossa autoria) com link para a fonte original caso queiram visitar. Ainda sobre o texto, (que não verídico) mostra uma realidade que infelizmente ainda persiste: havaianas tradicional é sinônimo chinelo de pobre.



Vamos aos texto.
"Paradoxo: homem sofre preconceito em loja das Havaianas por estar usando Havaianas
Doravante, o termo “Havaianas de pedreiro” poderá ser enquadrado em crime de racismo.
Oxímoro moral - Abundam exemplos de discriminação socioeconômica em ambientes comerciais. A maioria deles envolve estética, vestuário e aparente poder aquisitivo. No entanto, um episódio ocorrido hoje numa loja das Havaianas no Shopping Cidade Jardim, em São Paulo, suscita uma paradoxal intriga ética. Avelino Raider da Silva, frentista, casado, 32 anos, foi vítima de preconceito deliberado ao tentar comprar um par de sandálias na localidade supracitada. As principais alegações da funcionária que atendeu Avelino eram sua péssima aparência, o fato de estar observando os produtos há mais de duas horas (sem aludir compra alguma) e, paradoxalmente, usando deselegantes “havaianas de pedreiro”. Procurada por nossa equipe, a colaboradora da loja, visivelmente alterada, disparou que “quem vai de havaianas pé-duro a um shopping de luxo não tem grana: fica só embaçando as atendentes.” Ainda segundo ela, todo o incidente pode ser creditado ao Governo Lula.

Avelino alega que a vendedora se negou a lhe mostrar diversos modelos de sandálias, afirmando que não eram comercializadas “Havaianas Classe E”, uma vez que o produto ali oferecido era tipo exportação e “utilizado sobretudo por gringos e atores da Globo”.
“Ela me disse de maneira muito pedante e agressiva que não tinha ‘havaianas de pedreiro’ (essa que estou usando agora, azulzinha do corpo branco) e que nem ali eu deveria estar. Me senti muito ofendido e constrangido. Achei até bizarra a situação de ser discriminado numa loja das Havaianas por estar usando Havaianas! Esse mundo tá perdido! Sou trabalhador digno! Exijo respeito e retratação!”, exclamou Avelino.
A assessoria de imprensa das Havaianas se pronunciou afirmando que exigirá a demissão da funcionária, seu justo enquadramento em crime de racismo, que nunca se esqueceu do seu público original e que passará a vender os modelos retrô mesmo em shoppings de luxo."
FONTE: Diário Pernambucano.

Eu adoro o modelo tradicional! Na minha coleção, faltam poucas cores deste modelo. 
Durante minha infância o modelo tradicional era a única opção, usei muito esses chinelos e ainda uso.
O fato é que o brasileiro sempre preferiu o produto pelo conforto, preço e durabilidade, nunca vi o modelo tradicional romper as tiras, mas muita gente evita usar em público. 
Há quem comenta que antes só usava havaianas dentro de casa, justamente pelo conceito que o produto passava perante os consumidores: chinelo de pobre.


Na década de 90, a marca passou a fazer um marketing voltado a reverter esse conceito. Com objetivo transmitir ao consumidor de que havaianas é um produto para ser usado tanto por ricos como por pobres. A marca passou a investir em comerciais estrelados por celebridades usando o produto, como Bebeto, Malu Mader, Hortência e outros. Sempre com o slogan "Havaianas, todo mundo usa!". A fórmula deu tão certo que é usada ainda hoje.

Novos modelos foram sendo introduzidos e o modelo tradicional começou a perder espaço nas lojas e na preferência dos brasileiros.
O fato é que o modelo tradicional nunca deixou de ser visto como sendo o chinelo da classe menos favorecida, um chinelo pra ser usado somente dentro de casa. 
Nas mídias sociais as havaianas com solado branco e azul foram apelidadas de havaianas de pedreiro. 



E você? Usa o modelo tradicional ainda? Já usou? Usaria?
Deixe seu cometário no blog.





3 comentários:

  1. Bem...Eu tenho inúmeros modelos de havaianas....mas os que eu uso sempre são as tradicionais...de todas as cores disponíveis..e tenho várias cores..
    Vou a todos os lugares, aeroporto, shopping e demais lugares e na praia tb... reparei que ainda tem preconceito mas já diminuiu muito..exemplo deste começo de ano...na praia fui com a tradicional preta e outro dia com a azul, normal..ninguém ligou....no resort que fiquei tb normal..usava e ninguém olhava c cara feia...
    Shopping fui com a tradicional azul naval..alguns olhavam com desconfiança mas a maioria nem reparava...conclusão hoje já diminuiu o preconceito mas ainda persiste devido a estes tipos de pessoas que se acham superior a todos..
    Hoje eu uso o que me sinto bem e não ligo pra opiniões, uso sem pensar no que as pessoas estão pensando..pois quem pagou por ela fui eu..e quem paga minhas contas sou eu e não elas...
    Viva pra vc e não pro outros..pq a vida é uma só !!!

    ResponderExcluir
  2. O preconceito só existem entre as mulheres. Quando uso minhas tradicionais e estou entre amigos, não há nenhum comentário, mas se estiver uma mulher, esta vai tentar ridicularizar as havaianas.

    ResponderExcluir
  3. Concordo com Emerson e o Lokomemo, o preconceito diminuiu, porém eu noto que as mulheres são as que mais torcem o nariz.
    Nem ligo, adoro havaianas modelo tradicional e ja acostumei com certos olhares :)

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Veja também

*

*

Veja também no blog:

Popular Posts